Nossa História

A história de Taboão da Serra começa por volta de 1910 quando um vilarejo chamado Vila Poá foi instalado nas margens dos córregos Poá e Pirajussara. No início eram poucas casas, a maioria chácaras que produziam batatas, cenouras e mandiocas, além de diversos pomares e algumas parreiras.

Nesta época, a comunidade instalada aqui começou a crescer. Os padres, aproveitando o local arborizado, criaram uma espécie de colônia de férias, onde passavam os fins de semana e desenvolviam atividades esportivas e culturais. Pela localização privilegiada e clima ameno, muitas famílias começaram a se instalar em Taboão.

Taboão da Serra antes da emancipação. A rua de terra batida deu lugar a rodovia Régis Bittencourt|Eduardo Toledo

No começo, a Vila Poá era longe de tudo. Não existiam linhas de ônibus e os moradores que precisavam ir até o Largo do Arouche, por exemplo, precisavam ir a pé até o Butantã, de onde partia uma vez por dia uma jardineira levando os moradores da região até o centro da capital paulista.

No começo da década de 50, os moradores já chegavam a quase cinco mil moradores, e em 1953 já éramos um sub-distrito de Itapecerica da Serra. Um forte desejo de emancipação começou a surgir entre os habitantes. Várias reuniões começaram a definir o rumo do que viria a ser Taboão da Serra.

Um plebiscito foi feito com muita dificuldade graças ao empenho da Sra. Luzia Hellmesteir Jurado, uma das nove emancipadoras de Taboão. Em 1958, a comissão foi até a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo e protocolou o pedido de emancipação.

Os nove emancipadores de Taboão da Serra são José Andrade de Moraes, Álvaro Manoel de Oliveira, José Ruiz Moreno, Sebastião da Cunha, Benedito Carneiro de Freitas, Léo Baranowsky, Hosuke Hatake, Luzia Hellmeister e Mary Rose Ducase Maciel.

A lei que criou o município de Taboão então foi editada e aprovada na Assembléia e promulgada pelo governador, sendo reeditada em 18 de fevereiro de 1959 e publicada em diário oficial em 19 de fevereiro do mesmo ano. Portanto o município comemorava inicialmente a data de sua emancipação em 22/12/1958, posteriormente sendo alterada para 19 de fevereiro.

A versão mais aceita em relação ao nome da cidade surgiu por causa de uma planta chamada Taboa, muito comum nos brejos da cidade. Bom, o que é certo mesmo é que o "da Serra" foi acrescentado ao nome Taboão como uma homenagem a Itapecerica da Serra, cidade mãe, de onde todos os municípios da região se emanciparam.

oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo