O brasão

O brasão do município de Taboão da Serra foi instituído através da lei nº 349/70, votado na Câmara Municipal no dia 24 de abril de 1970. A descrição do símbolo encontra-se descrito da seguinte maneira:

"Redondo, estilo português, cortado e partido no meio, com campos de prata. No primeiro campo, de sinople verde, um pinheiro. No segundo, uma polia de sable e no terceiro campo do mesmo esmalte, a figura de Mercúrio".

"Símbolos exteriores: suportes, dois ramos de café frutificados na cor natural. Em um listel de prata, em letras goles e em vermelho a legenda: '1953 - Labor Omnia Vinvit - 1960'. Por timbre, uma coroa mural, de prata, com oito torres que é o símbolo do município". "O Brasão é de estilo português, na lembrança de Portugal que foi a pátria da nossa pátria. O campo do Brasão é em prata, metal nobre que em heráldica lembra beleza, triunfo e pureza".

"O pinheiro verde é símbolo da planta que cobre boa parte do município. A polia - dentada de sable - representa a capacidade industrial do município e o Mercúrio, o comércio". "Quanto aos símbolos exteriores, os dois galhos de café significa, a riqueza brasileira, o listel de prata com sua inscrição representa o panágio do operoso povo de Taboão, empenhado em realizações que objetivam o engrandecimento do município. As datas lembram a criação do distrito (1953) e a sua efetivação como cidade (1960)".

Brasão de Taboão da Serra - O Taboanense

 

Fonte

Livro Taboão da Serra, sua história e sua gente, de Waldemar Gonçalves, editora O Pirajuçara e Decretos da Câmara Municipal de Taboão da Serra

oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo