17.07.2017
Região
Instituto Edusa assume saúde de Embu das Artes em agosto
compartilhe
Da Redação do Portal O Taboanense


Uma das promessas de campanha do prefeito de Embu das Artes, Ney Santos, começa a ganhar corpo e forma no dia 1º de agosto. Uma nova empresa tercerizada irá assumir o controle dos principais equipamentos de saúde do município: Pronto-socorro Central e Pronto-socorro Infantil,  Maternidade, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Hospital Leito.

A empresa que venceu a licitação para administrar os equipamentos de saúde é o Instituto Edusa, uma Organização Social, sem fins lucrativos, fundada em 2002, com atuação em outros municípios da Grande São Paulo.

Instituto irá administrar unidades de saúde de Embu das Artes, entre elas a UPA | Divulgação

O Instituto não possui grande experiência na área de saúde pública. Desde a sua fundação, a Edusa se dedicava  a projetos educacionais e sócias. No site da instituição, eles informam que “No final de 2015, com o objetivo de ampliar ainda mais sua área de atuação seu nome foi alterado para Instituto EduSa, passando também a atender projetos voltados a saúde e bem-estar”.

Nos últimos sete anos a saúde de Embu das Artes era administrada pelo Instituto Social Saúde Resgate à Vida. Uma das reclamações mais comuns nesse período era a falta de médicos na rede pública e o atendimento demorado, principalmente nas unidades de emergência e pronto atendimento.

Segundo release da prefeitura, “Há sete anos o Instituto Social Saúde Resgate à Vida não prestava contas, os funcionários não tinham uniforme e nem identificação, itens fundamentais de segurança quando falamos de saúde. O governo trabalha agora para que esse período de transição seja o mais tranquilo possível e não afete os serviços oferecidos”.

Ney Santos alardeou a mudança no primeiro dia de seu governo, quando assumiu a prefeitura em março deste ano, durante coletiva com a imprensa. Na ocasião Santos disse que a prefeitura iria abrir uma licitação de projetos.

De acordo com o prefeito, a nova empresa terá de executar o contrato exatamente como a Prefeitura pede. “Queremos médicos competentes, que tenham amor ao ser humano e prazer de tocar as pessoas. Assim, queremos humanizar o serviço público, oferecendo tranquilidade à população durante todo o procedimento, incluindo a recepção, triagem, medicação e exame” – declarou Ney Santos em seu programa De Frente com Prefeito, em 11 de julho.


Com informações da assessoria de imprensa da prefeitura de Embu das Artes

 

comentários
Seja o primeiro a comentar
deixe seu comentário
Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer site. Com eles, os internautas podem ampliar o debate, complementar as notícias publicadas e tecer críticas e elogios. Por isso não queremos transformar esse espaço em palanque, nem contra e nem a favor. Nós não publicamos comentários com palavrões ou agressões gratuitas, comentários fora do assunto ou com auto-propaganda ou propaganda de terceiros. O Portal O Taboanense reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a bloquear o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal O Taboanense. Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação).
Por favor aguarde, enviando comentário.
Comentário enviado com sucesso. Obrigado.
oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo