01.06.2017
Taboão da Serra
Audiência na Justiça entre grevistas e Prefeitura termina sem acordo
compartilhe
Da Redação do Portal O Taboanense

Termina sem acordo a negociação entre os servidores da educação e a Prefeitura de Taboão da Serra, na tentativa de por fim à greve que já dura mais de 30 dias.  A audiência aconteceu na Justiça do Trabalho em São Paulo na tarde nesta quinta-feira, dia 1.

Representantes da Prefeitura voltaram a repetir o que o prefeito Fernando Fernandes já havia dito, que não tem verba para suportar um reajuste salarial dos servidores da educação.

Nesta sexta-feira, às 10h os servidores voltam a se reunir para decidirem se continuam ou não em greve | Rose Santana /Arquivo

A reportagem do Portal O Taboanense conversou por telefone com o presidente do Sindicato dos Professores das Escolas Públicas Municipais (Siproem), Adenir Segura. ”A negociação foi infrutífera. O desembargador já distribuiu o processo para um relator, agora a greve vai a julgamento. Tanto a Prefeitura como o Sindicato vão se manifestar por escrito e, acredito que dentro de 15 dias aconteça o julgamento”, disse.

Ainda de acordo com Segura, nesta sexta-feira, dia 2, acontece uma assembleia, às 10h, no Parque das Hortênsias, para "deliberarem a continuidade ou não da greve até o julgamento do processo".

Segundo o Siproem, os grevistas não correm o risco de serem demitidos ou receber um processo administrativo, uma vez que estão em greve. “Isso são ameaças. Os trabalhadores não correm risco. Ele [prefeito Fernando Fernandes] não pode demitir por justa causa, porque estamos em greve. Greve não é crime, é direito. Principalmente em Taboão da Serra quando o prefeito não conversa com o sindicato e nem com os trabalhadores”, esclareceu Segura.

comentários
  • Neusa Kuraoka
    Taboão da Serra, Vila santa luzia
    Quer saber mesmo o que acho de tudo isso? Quantos desses funcionários votaram nesse prefeito pela segunda vez seguida? Não digo que todos, mas boa parte estão tendo o que merecem. Sinto muito por aqueles que lutaram contra a reeleição. Sabemos que a maioria vence e o restante engole o sapo. Verba para bancar salários exorbitantes da família e de puxa sacos a prefeitura tem. Nesse caso, sou a favor da greve. A escravidão já acabou faz tempo. Espero que aprendam a votar e tirem o lixo do poder e nós devolvam a dignidade.
deixe seu comentário
Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer site. Com eles, os internautas podem ampliar o debate, complementar as notícias publicadas e tecer críticas e elogios. Por isso não queremos transformar esse espaço em palanque, nem contra e nem a favor. Nós não publicamos comentários com palavrões ou agressões gratuitas, comentários fora do assunto ou com auto-propaganda ou propaganda de terceiros. O Portal O Taboanense reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a bloquear o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal O Taboanense. Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação).
Por favor aguarde, enviando comentário.
Comentário enviado com sucesso. Obrigado.
oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo