28.12.2016
Política
Embu das Artes vive incerteza política e novato pode assumir prefeitura
compartilhe

Nely Rossany e Matheus Herbert, da Gazeta de S. Paulo

Os moradores de Embu das Artes vão saber quem comandará a prefeitura no dia 1º de janeiro a partir das 9 horas da manhã, quando acontece a posse e eleição da mesa diretora da Câmara Municipal. Isto porque, o prefeito eleito com 76,45% dos votos, Ney Santos (PRB), é alvo de um pedido de prisão preventiva do Ministério Público, e não pode assumir o cargo. Pela lei, quem deve assumir interinamente o Executivo é o presidente da Câmara.

Ney está foragido desde o dia 9 de dezembro e é acusado de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas comandado por uma facção criminosa. Antes de ter o pedido de prisão decretada, segundo a GAZETA apurou, o prefeito eleito já estaria articulando a eleição para a presidência da Câmara, e o nome mais cogitado para a vaga seria o do vereador Hugo Prado (PSB).

O vereador eleito Hugo Prado, eleito na coligação de Ney Santos, pode ser eleito presidente da Câmara | reprodução / Facebook / Hugo Prado

Prado é novato como vereador, tem 28 anos, é do bairro Santa Emília e foi eleito com 1.965 votos. Já tinha se candidatado outras vezes, em 2008 e 2012, mas nas últimas eleições contou com o apoio de Ney Santos.
Um acordo político com o PSB teria garantido o nome de Hugo Prado como presidente da Câmara, o que só será confirmado ou não, no dia 1º. A votação acontece logo após a posse dos candidatos. O voto será aberto e todos os 17 vereadores eleitos podem se candidatar. Desses, 12 são da base aliada do prefeito eleito Ney Santos.

O presidente da Câmara ficará no comando da prefeitura por até 90 dias, enquanto a Justiça julga o processo. Após esse período, se nenhuma decisão for tomada, novas eleições serão convocadas em Embu das Artes.

Crimes

Segundo investigações do Ministério Público (MP), o mandado de prisão contra o prefeito eleito foi decretado após provas mostrarem o envolvimento dele com lavagem de dinheiro em postos de gasolina e ligação com o crime organizado. Além disso, o MP aponta que as provas também mostraram a ligação de Ney Santos com o tráfico de drogas, em Osasco, Embu das Artes, Taboão da Serra, Carapicuíba, Cajamar e São Paulo.

Defesa

Segundo o advogado de Ney Santos, Joel Matos Pereira, o presidente da Câmara está viajando e não irá se apresentar. “Ele não vai se apresentar, porque ele não foi citado em nada. Ele está viajando”, disse. O local onde Ney Santos está não foi informado pelo advogado. Através de uma nota, divulgada pela sua assessoria, Ney Santos destaca que “está sofrendo perseguição política, mas que não irá esmorecer e nem desistir da luta”.


» Curta a página do Portal O Taboanense no Facebook e fique por dentro das notícias mais importantes da sua cidade

comentários
Seja o primeiro a comentar
deixe seu comentário
Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer site. Com eles, os internautas podem ampliar o debate, complementar as notícias publicadas e tecer críticas e elogios. Por isso não queremos transformar esse espaço em palanque, nem contra e nem a favor. Nós não publicamos comentários com palavrões ou agressões gratuitas, comentários fora do assunto ou com auto-propaganda ou propaganda de terceiros. O Portal O Taboanense reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a bloquear o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal O Taboanense. Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação).
Por favor aguarde, enviando comentário.
Comentário enviado com sucesso. Obrigado.
oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo